Publicação tradicional ou pagar para publicar o livro?

livraria é cultura

Olá meus amores e amoras!!! Vocês estão bem? Espero que vocês estejam bem!!!

O tema que irei falar hoje é um tanto polêmico, pois envolve várias questões que colocam interrogações na cabeça do autor. Tentarei ser a mais direta possível para facilitar a compreensão de todos!

Acho que um dos momentos mais felizes da vida de um escritor é quando ele põe um ponto final ao livro que escreveu com tanto trabalho duro. Eu já pude sentir essa felicidade duas vezes. Acho que outra felicidade grande para um escritor deve ser quando ele tem o primeiro contato com o livro que escreveu, estando com ele em mãos, podendo sentir e ver diante dos olhos todo trabalho que teve durante o período que escreveu, infelizmente essa felicidade de poder ter o livro escrito em mãos, depois de publicar, ainda não pude sentir, mas espero poder sentir um dia. Então, fazendo essa reflexão, podemos todos nós concordar que os principais momentos de satisfação na vida do escritor é ao terminar de escrever o livro e ao conseguir publicar o livro, sabendo disso, vamos ter uma conversar que vale a pena ser conversada.

Como o título desta postagem já diz, conversaremos sobre publicação, ou melhor, “publicação tradicional ou pagar para publicar o livro?” eis a questão. Todos nós escritores sabemos como é a forma tradicional de se publicar um livro, não é mesmo? Mas se alguém não sabe, lhe direi como é. A forma de publicação tradicional é a forma em que todos nós sonhamos em publicar. Na publicação tradicional, você tem o trabalho de apenas escrever e enviar originais para as editoras, provavelmente as grandes, e esperar até receber um “sim” ou um “não” para a publicação. Recebendo um “sim” aí é vida ganha! Você vai se debruçar sobre o travesseiro e esperar os meses até a publicação, tendo posteriormente um lançamento com muita poupa e glamour, vendo seu livro nas vitrines pelo país a fora enquanto se diverte com os grandes blogueiros e booktubers ao resenhar sua obra, e o mais empolgante, ainda ser pago para isso. Em fim, é um sonho para qualquer um… Até que nós acordamos para vida, por causa dos “nãos”, que geralmente vem em 99% das vezes, e assim nos damos conta que a coisa será muito mais difícil do que imaginamos. Depois de um tempo nessa vida de enviar originais, descobrimos que ser publicado tradicionalmente pelas grandes editoras é um sonho muuuito distante! Então, começamos a perceber que talvez o melhor caminho seja a publicação tradicional através de uma média editora ou pagar para ter o livro publicado.

Deixando os sonhos de lado e partindo para alternativas mais realistas, a publicação tradicional através de uma média editora passa pelos mesmos processos da publicação por uma grande editora, mas obviamente as diferenças são grandes. O que não muda é o processo de publicação, onde você envia o original, espera o “sim” ou o “não”, recebendo o “sim” espera meses para publicação, impressão da tiragem dos livros e lançamento, nisto a publicação tradicional por uma média ou grande editora não muda em nada. A mudança começa nos detalhes. A tiragem por uma média editora vai ser menor, as livrarias que receberem seus livros não vão ter tanto nome, e se tiver, seu livro provavelmente ficará escondido atrás dos livros das grandes editoras, seu lançamento terá menos poupa e menos glamour, as resenhas podem ser mais realistas e não tão legais por parte dos blogueiros e booktubers e seu pagamento de direitos autorais vai ser bem menor. Essas são as diferenças entre publicar tradicionalmente por uma grande ou média editora. Estas diferenças incomodam alguns, mas nem tanto, pois pelo menos o seu livro será publicado e, o melhor, sem precisar pagar.

Agora falaremos da via menos trabalhosa, que é pagar para publicar o livro. Serei bem direta sobre pagar para publicar. Em minha família tenho dois exemplos de pagar para publicar, nos dois casos, coincidentemente, deu muito errado. Talvez seja por falta de sorte das minhas primas, prefiro crer nisso. Por outro lado, tenho um amigo que pagou para publicar e que teve um bom retorno. Então isso pode ser relativo. Qual é o grande problema em pagar para publicar? Um dos grandes problemas é o dinheiro! Muita gente acaba se matando para juntar umas verdinhas para poder pagar por uma publicação, outros tem sorte de ter dinheiro sobrando, logo esse problema não será um problema. Nos esbarramos em questões filosóficas ao questionarmos essa via. Será ético para uma editora cobrar para publicar? Talvez! Se ela for uma grande ou média editora, vejo que será sim falta de ética, pois ambas possuem recursos para financiar o escritor completamente, logicamente, se o escritor optar por pagar, a editora estará entrando em falta de responsabilidade por estar aceitando um escritor não pelo trabalho, e sim pelo dinheiro, independente da qualidade do livro. Sendo uma editora pequena, não vejo problemas nelas cobrarem para publicar, pois elas não tem recursos para financiar os escritores. — Você acha que deve pagar? — Se sim, vamos discutir se vale a pena pagar!

Para aqueles que se matam juntando dinheiro para publicar, é bom que você pesquise bem a qual editora vai recorrer. Pesquise tudo sobre ela. Vá até o “reclame aqui” dê uma olhada para ver quais problemas elas andam se metendo e se elas resolvem. Depois que você encontrar uma editora, aí vem as questões que farão ou não valer a pena:

Quanto vai ser para publicar? Se for muito caro  não vale a pena!

Para quais livrarias ela vai distribuir? Se for para distribuir para livrarias medianas, sendo elas físicas e online, mas que tenham alcance em todo país, vale a pena! Se for para distribuir apenas para livrarias grandes, sendo só online, não vale a pena! Sendo a editora que você escolheu, provavelmente uma mediana ou pequena, se esta editora distribuir para grandes livrarias físicas e nenhuma online, não vale a pena! pois não adianta a editora distribuir para grandes livrarias físicas se seu livro no fim das contas vai ficar atrás dos livros das editoras grandes nas prateleiras.

De quantos livros será a tiragem? Se a tiragem for de 250 à 400 livros, variando num preço entre os 4 mil até 7 mil reais, vale a pena! Mais que isso não vale! Se sua tiragem for de 500 à 800 livros, variando num preço entre 8 mil até 13 mil reais, vale a pena! mais que isso não vale!

Ela vai divulgar? Se vai divulgar, como ela divulga? Como saber se ela divulga bem? procure no catálogo da editora os livros que ela publicou, evite pegar livros que estão estampados no site da editora, procure os mais escondidos do catálogo, após escolher um desses livros do catálogo, vá e procure este livro nos buscadores do google! se o livro aparecer em todas as opções das duas primeiras abas de busca do google, é um bom sinal! Averigue se esse livro foi resenhado por blogs ou booktubers e se ele aparece em grandes sites, se sim, então está editora muito provavelmente divulga bem! Mas se você procurar um livro no catálogo da editora, escolher e ir procurar por ele no google e encontrar apenas alguns anúncios de livrarias o vendendo e nenhuma resenha ou divulgação, então essa livraria não divulga bem e é melhor você correr dela!

Ela demora para te responder? Olha, se nas horas de negociação, resolução dos tramites burocráticos e troca de informações, se ela demora vários dias ou até semanas para te responder, isso sendo nos momentos de pré-lançamento e pré-publicação… CUIDADO! Quando uma editora demora uma vida pra responder mesmo antes de publicar, é sinal de que ela não tem responsabilidade com os escritores e que provavelmente vai demorar muito mais pra te responder depois de publicar e passado o lançamento, pior, ela pode nem responder mais! Então, todo cuidado é pouco!

Como foi a assistência oferecida para o lançamento? Se a editora disse que bancaria tudo do lançamento, local, decoração, banners, mesas, cadeiras, convites, brindes e bufê, então pode ficar muito satisfeito! Agora se ela deu um jeitinho de empurrar metade da responsabilidade pelo evento de lançamento para você e ainda te pediu para arcar com metade dos custos, então é bom abrir olho, pois provavelmente você está sendo tapeado!

Quanto eles pagam pelos direitos autorais? Se for menos que 5% de direitos autorais sobre a unidade do livro para você receber, FUJA! Se o valor do livro for caro, bem caro, e a qualidade de acabamento e quantidade de páginas do seu livro não condizer com o preço que a editora está cobrando, FUJA! Mas se a editora vender o livro por um preço justo e oferecer 5% de direitos autorais ou mais, podendo aumentar a porcentagem de direitos autorais depois de bater metas de vendas, então as condições estarão justas!

Meus amores e amoras vocês gostaram das dicas? Espero que tenham gostado! Se possível curtam o post para que ele alcance mais e mais pessoas! Se tiver alguma dúvida não hesite em perguntar nos comentários logo abaixo!

Por hoje é isso! Um beijão grandão nos corações de vocês, meus amores e amoras! Tchauzinhooooooo! ❤ ❤ ❤  😘😘😘 ❤ ❤ ❤

Emilly Vass

 

 

Anúncios

Mais sobre euzinha aqui :D

adssad   Olá meu amores e amoras ❤ Vocês estão bem? Espero que sim!

Vou falar um pouco sobre minha vida aqui, para que conheçam mais de mim. Primeiramente, meu nome completo é Emile Vasconcelos de Morais, que bad, meu papai me registrou com um “Emile” sem sal rsrsrs, mas me chamem de “Emilly”, já o “Vass” é só uma abreviação de Vasconcelos e adicionando um “s” hahaha. Tenho 21 anos de idade, sou de capricórnio, 10. Sou natural da cidade de Blumenau, Santa Catarina, lugar onde nasci e vive até meus 7 anos de idade, até que meu pai, Rubens Carlos de Morais, e minha mãe Emília Loret de Vasconcelos Souza resolveram ir morar na cidade da minha avó paterna, Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Morei com meus pais em POA até os meus 15 anos de idade. Com 16, comecei a cursar Designer de Interiores na faculdade, então passei a morar com duas amigas e um amigo num AP aqui mesmo em POA. Tudo ia maravilhosamente bem até o dia em que fui com amigos, de carro, para um show em Caxias do Sul, durante o trajeto, isso era por volta das 9h da noite, na rodovia chuvosa nas proximidades de Rincão, o veiculo onde eu e meus amigos estavam derrapou na pista, passou sobre o gramado que separa as vias e, já na contra mão, bateu de frente com outro veiculo. Eram 5 ocupantes no nosso veiculo, um golzinho bola apertado rsrs, no banco de traseiro havia três pessoas, eu estava no meio. Eu, dormioca como sou, estava cochilando, de repente senti um tranco forte e gritos no momento em que o nosso carro atravessou para faixa contrária. Eu estava no meio, no banco de trás, para piorar estava sem cinto de segurança… Não me lembro de muita coisa, apenas lembro de conversas bastante abafadas e distantes faladas no hospital, eu sentia e escutava todos, mas escutava como se tivessem distante de mim, muitas memorias de diálogos entre meus pais e o médico já não lembro. Eu estava em coma. É algo estranho. É como estar sonhando sem ver imagens na cabeça, apenas sons, mas não era como qualquer sonho, era como um sonho sem fim, em que eu sabia que estava sonhando e mesmo tentando acordar não conseguia. Durou um ano. Acordei e estando eu acordada parecia que tinha se passado um dia apenas, mas engraçado é que quando eu estava dormindo parecia durar uma eternidade. Foi sofrido. Foi massacrante. Foi doloroso tentar voltar a vida, voltar quase que do zero, pois eu havia desaprendido um moente de coisas. Mas chega de tristeza porque só em escrever isso aqui já estou chorando. Hoje estou bem, ou tentando ficar bem. Minha história esta sendo escrita novamente e com certeza todo esse trabalho de ajudar as pessoas através desse blog, poder ler livros maravilhosos, conhecer novas ideias, explorar mundos novos dados por vocês, tudo isso me faz sentir que estou mais viva do que nunca. Eu agradeço a todos, do fundo do coração, a cada um de vocês que se dão ao trabalho de ler meus textos aqui no blog, todos vocês que ajudam lendo os escritores que eu ajudo resenhando e divulgando. Em fim, muuuuito obrigado, meus amores e amoras do meu coração!!!

Infinitos Beijoooosssss e abraçooooosssss ❤ ❤ ❤ 😀

RESENHA: Destruir ou Transformar?, de Michel Fraga

Olá meus amores e amoras ❤ 🙂 Vocês estão bem? espero que vocês estejam bem de verdade!

     Bom, pessoal, a resenha que irei fazer hoje é a primeira do meu projeto, projeto que não tem nome ainda, mas é um projeto onde o autor pede para eu fazer uma resenha de seu livro, e gostando eu, o farei! O preço pela resenha é R$: 00.00,00… Sim! Não cobro dinheiro dos autores, pois acredito que o meu pagamento é ser presenteada com suas ideias expressas em escritas, que para mim, são valiosíssimas!

     Hoje lhes trago a resenha do livro “Destruir ou Transformar?”, do autor Michel Fraga. Quando o Michel Fraga entrou em contato comigo para que eu pudesse ler seu livro, logo analisei a obra e notei que era um livro de psicologia, então pensei “Bah, logo de psicologia que eu não sou muito chegada”, mas como missão dada é missão cumprida, comecei a ler o livro. O trato é sempre esse: Se eu gostar eu faço a resenha.

868996182c37fa72c8ae654db327cef8

     A história do livro aborda a vida de um homem chamado Lino Alberto, em que é narrado pelo psicanalista Márcio Vieira, este que tem como assistido o Lino Alberto. Lino é portador de problemas mentais, então, dentro desse contexto, seremos trazidos para dentro da mente do Lino, onde reviveremos com ele todas suas lembranças, indo da infância sofrida ao topo do que um homem pode alcançar, até chegar no fundo do poço; indo do céu e chegando ao inferno.

Já nas primeiras páginas eu pude notar que algo de diferente estaria por vir. Minha intuição foi acertada novamente. Lino é um protagonista “diferente” dos demais protagonistas de outras histórias contadas em muitos livros dos quais pude ler. Lino é um personagem sem capa de super-herói, sem feitiços atraentes aos olhos das mulheres, sem salto alto. Lino é um personagem natural, bastante natural e quase tão real quanto nós que lemos o livro. Lino nas primeiras páginas conta sua trágica infância, onde as facetas da dona da’foice aparece para tirar seus heróis.

As minhas emoções durante todo decorrer da leitura são intrinsecamente distintas, mas o sentimento mais predominante é sem dúvidas a angústia, a tristeza, apesar de haver momentos de alivio pela felicidade vivenciada pelo personagem, contudo, quase sempre abafado por tais sentimentos de pesar.

Lino Alberto é um personagem extremamente marcante. Ele faz com que nosso senso de realidade se aguce a cada página lida. É como se Lino tivesse uma chave especial que abrisse nossa mente e nos transportasse para seu mundo, mundo este que é fascinante, imprevisível e doloroso.

A trama em que o livro nos envolve é bastante empolgante e profundamente reflexiva. Quase nunca fui pega de forma tão forte por um personagem. Quando nos importamos com o que acontecerá depois, quando tentamos catar os cacos depois de uma página coberta de melancolia, isso traz à tona o verdadeiro significado de se amar a literatura, pois ali sabemos que o livro não passou por passar, e sim deixou grandiosas lições a serem levadas consigo. Assim foi quando terminei de ler “Destruir ou Transformar?”, do autor Michel Fraga, ao qual passo a ter profundo respeito. Quando terminei de ler, fiquei desapontada comigo mesma por ter falhado na tentativa de descobrir o desfecho, já que o mesmo foi surpreendentemente inesperado. Lágrimas escorreram dos meus olhos. O livro tem seu ponto mais forte, de mais qualidade, não somente na escrita leve e fácil de se compreender, o que faz “Destruir ou Transformar?” ser uma grande OBRA, é sem dúvidas o poder inexplicável que carrega o personagem Lino Alberto, ele tem o incrível poder de mudar pensamentos reais de quem ler. Confesso que nunca dei atenção para o tema de problemas mentais. Eu achava, superficialmente, que quem tinha algum tipo de problema mental era por pura e simplesmente fraqueza pessoal, mas, após conhecer Lino, enxergo que vai muito, muuuuito além disso. Nesse nosso mundo que dá tantas voltas, qualquer um de nós, com vidas que jugamos ser “perfeitinhas”, podemos nos tornar mais um “Lino Alberto” com suas “loucuras” mais realistas do que a própria realidade. Assim como tantos que estão ao nosso redor e que sofrem de distúrbios mentais, em que temos nojo, medo, aversão ou qualquer sentimento de empatia por estas pessoas, acabamos nos tornando os verdadeiros loucos por desprezar pessoas, pessoas estas que um dia fora “normais”, assim como nós.

“Destruir ou Transformar?” é um livro recomendado para todos que queiram passar por fortes emoções ou quem sabe até começar a pensar diferente, a carregar lições para toda a vida, enriquecendo o próprio ser!

Te convido a ler e desfrutar desse maravilhoso livro “Destruir ou Transformar?” do autor Michel Fraga, esse livro vai te enriquecer de um bem que jamais perderá: o conhecimento!!!

Estando interessado na compra, adquira já o seu através do site da editora CRV: https://editoracrv.com.br/produtos/detalhes/32700-destruir-ou-transformar

Até a próxima, meus anjinhos!! Beijooossss!!! ❤ ❤ ❤ 🙂

 

 

Retornando a normalidade <3

Olá meu amores e amoras ❤

Fiquei ausente do blog nesses últimos meses devido a uma viagem que fiz à Argentina, fiquei em Rosário na casa de uma prima durante este período. Retornando a minha casa depois desse fim de ano maravilhoso, agora é hora de retornar também ao trabalho! Vou trazer novo conteúdo, inclusive resenhas dos livros escritos pelos meus leitores a partir do dia 15 de janeiro. Desejo a todos um ano de 2018 iluminado e cheio de felicidades para mim e para vocês!!! ❤ ❤ ❤

Emilly Vass

 

Como fazer seu livro independente vender!

Oiii amores e amoraaas ❤

Você é leitor ou também é escritor? Se é também um escritor então continue lendo, pois será muito importante pra você!

Aaah, primeiro um recado aos que acompanham o blog: Estou fazendo uma parceria com uma editora muito legal! Em breve direi qual é!

Divulgação é uma peça chave na hora de publicar ou depois de publicado o seu livro. Sem divulgação não há venda. As pessoas só compram aquilo que elas conhecem. Conversei com uma escritora, autora do Clube de Autores, na qual sou parceira, ela desabafou comigo e disse que o volume de vendas de seus livros estavam baixíssimos, quase zero, e que estava triste por isso e pensou em desistir da autopublicação. Sei que isso não é um caso particular dela, sei que há vários escritores passando pela mesma situação. Eu estou terminando de escrever meu livro e penso em publicar independente se caso nenhuma das editoras que sonho me aceitar!

O que deve ser entendido é que são milhares de autores e milhões de títulos autopublicados nessas plataformas. Não é só colocar e esperar vender milhões e se tornar o novo best-seller do momento. Tem que trabalhar e muito! No Brasil, as pessoas tem preconceito com livros autopublicados. Então, não espere que seu livro seja comprado por uma pessoa que passeia sobre a vitrine virtual do Clube de Autores, pois as chances de acontecer são remotas devido ao grande número de livros publicados por lá! Agora vou dar uma dica INCRÍVEL para você tirar de letra nesse quesito e  sobressair dos demais autores!

Está preparado? Então vamos lá:

Primeira dica é: Faça uma capa linda! SÉRIO! Essa é a dica número um! Todo mundo diz que não julga pela capa, mas é mentiiiira! Toooodo mundo julga pela capa! Eeh… É a vida! Arrebente na sua capa! Ela não tem que ficar simplesmente bonita, ela tem que ficar MARAVILHOSA! pois ela é seu cartão de visita. É a primeira impressão que o leitor terá de sua obra! Se ele ver a capa e gostar, a chance dele comprar é imensa! Se ele não gostar da capa, seu livro pode ser espetacular, mas as chances do leitor passar direto e não dar bola é muito grande! Então amores, façam uma capa linda!

Segunda dica é: CONTE PRA DEUS E O MUNDO que você publicou um livro! Essa é uma dica muuuuuito importante. Conte pro seus primos, tios, tias, vizinhos, diretor e professores da escola ou universidade, patrão, senhorzinho da padaria,  a velhinha bibliotecária municipal. Em fim… Todo mundo! Se possível, doe alguns exemplares de seu livro para biblioteca municipal ou da sua universidade, não vai fazer mal, pelo contrário, quem ler vai indicar para outras pessoas lerem também! E nisso, a chance de comprarem seu livro será ainda maior! Lembre-se: Um dos melhores meios de divulgação é o boca a boca feito pelos próprios leitores!

Terceira dica é: “INTERNET” já percebeu quanto tempo você gasta por dia navegando no Google ou nas redes sociais? Acho que muito tempo né! Se a internet está aí a nosso dispor, temos que aproveitar ao máximo. Não perca tempo! faça um banner digital do seu livro, com informações como: capa, locais de vendas, preço e uma breve sinopse. Com o banner digital pronto, você vai postar no seu Perfil do Instagram, Facebook, Twitter e todas as redes sociais, convide as pessoas para lerem seu livro, sempre coloque o link das livrarias onde seu livro está à venda. Peça para seus amigos mais próximos e parentes para compartilharem a sua postagem de divulgação do banner! Se estiver em algum grupo de escritores e leitores, poste lá também! Outra coisa a se fazer é: Peça para que blogueiros e booktubers façam resenhas do seu livro, se possível pague para que eles divulguem seu livro, vale a pena!  Se seu livro ficar popular na rede, tenha certeza que venderá muuuito! Mas para isso é necessário a divulgação!

Dica especial: Se você chegou até aqui lendo o artigo, então, acabou de ganhar um presente meu! Eu estou me dispondo a fazer uma resenha do seu livro! Sim, sim, é sério! Não te cobro nenhum centavo para isso! O único requisito é: seu livro tem que ser bom! Confia no seu trabalho? Então o que está esperando? Me envie já seu livro em e-book para meu email “Emillyvass@outlook.com” com a frase no final “Quero resenha da Emilly”, lerei seu livro e farei a resenha trazendo-a para meu blog! Isso ajudara bastante na divulgação do seu livro. Aproveite já! Estou abrindo as portas para todos os autores independentes, não somente os do Clube de Autores, no qual já faço resenhas.

Gostou amores e amoras? Não esqueça de dar like e compartilhar para que esse post alcance mais escritores!

Até depois, amores! Milhões de beijinhos e abraços! Tchauzinhoooo fuiii ❤ ❤ ❤

Um dos melhores autores nacionais, Eduardo Spohr!

Olá amores e amoras ❤ Espero que estejam bem!

Hoje vou falar sobre um autor que amo muito, muito, muito mesmo ❤ , simplesmente um dos melhores autores nacionais. Antes que alguém venha dizer “Qual o critério?” o critério é minha opinião! Não quero gerar polêmica! Isso vai muito por gosto. O melhor para mim, pode não ser o melhor para você! e vou aqui dizer o melhor da atualidade “na minha humilde opinião”.

Eduardo Spohr

eduardo_spohr

Um dos meus autores favoritos! abram alas para ele: O lindíssimo e maravilhoso Eduardo Spohr!

Na minha opinião ele é um dos melhores, ou o melhor! Levando em consideração autores da atualidade. Pois a época de ouro da literatura nacional já passou faz muuuito tempo! Num outro post falarei sobre isso.

Mas você pode se perguntar “O que faz Eduardo Spohr ser tão bom?” Ele, de fato, não criou novos jeitos nem revolucionou na narrativa. Ele simplesmente trabalhou com o simples, fazendo esse “simples” ser sofisticadamente perfeito! Ele trabalha com a trama do modo mais direto e de fácil compreensão, isso acaba tornando a trama muuuuuuito envolvente! Ele sabe como introduzir a gente dentro da história! Parece que a gente está lá, do lado dos acontecimentos. Não é algo forçado, simplesmente é de uma fluides incríveeeel. Esse modo direto acaba fazendo com que o leitor capture e prenda na cabeça TODOS os mínimos detalhes do enredo, e isso faz uma grande diferença! Outro motivo pela qual acho Eduardo Spohr um autor fantástico, é que ele mantém um padrão de qualidade! Isso realmente é muito difícil. Sabe, é muito difícil ver autores que façam um livro melhor do que outro. Muitas vezes sai um bom, depois cai um pouco o nível, ai melhora de novo, ai cai. Ele é uma das poucas exceções! Eduardo Spohr é o autor que faz o simples ser a coisa mais incrível do MUNDO!

Amores e amoras ❤ Vou ficando por aqui!

Beijinhos ❤ ❤ ❤

 

 

#LANÇAMENTO – Azul Como Ela Nunca Conheceu, de Sil Zafia

Amores e amoras ❤ hahaaaaah

Mais um lançamento do Clube! Dessa vez é o livro “Azul Como Ela Nunca Conheceu” da autora Sil Zafia! O livro é apaixonante logo de cara, pois essa capa me encantou e muito! ❤ e o conteúdo é ainda melhor! Leiam ele e tirem suas conclusões, espero que gostem!

Desde os tempos mais antigos, os jogos de azar sempre foram muito procurados pelos homens. No século XVIII, estes jogos atingiram o clímax entre os cidadãos.

Roggero Fontana era um viciado em apostas, à beira da falência. Em uma de suas jogadas habituais, desesperado, aposta a mão de sua própria filha, Isabella, com John Smith, um misterioso forasteiro.

Mas Roggero perde o jogo e, consequentemente, sua filha.

O casamento acontece de forma rápida; John tem urgência em levar Isabella para sua isolada fazenda. Lá, a jovem descobre, da pior maneira, quem é John — um sádico bipolar. Uma hora ela é tratada com carinho, na outra, sofre torturas frequentes e criativas. Tais atrocidades deixam cicatrizes irreparáveis no seu corpo e na sua alma.

Isabella vê seu mundo desmoronar quando é obrigada a casar-se com John Smith, um homem peculiar e agressivo, de comportamento instável. Logo nos primeiros dias de casada, ela descobre que ele não é um simples crápula que gosta de torturar física e psicologicamente pessoas mais fracas que ele. John é muito mais que isso e guarda um segredo que pode fazer com que ela seja mandada direto para o inferno.

lANÇAMENTO 1

#Lançamento – Janela da Alma, de Drilly Manfre

Meus queridos amores, espero que estejam bem! Hoje lhes trago mais um lançamento maravilhoso do Clube! ❤ Estou feliz em ver cada vez mais autores se juntando a essa família! Desta vez, o que lhes espera é um amontoado de emoções! que fazem a alma arder, suspirar de emoção e lacrimejar de tristeza! Poesia é o que lhes espera! Lance-se na Janela da Alma, e seja guiado pela graciosa e indomável escrita de Drilly Manfre durante todo o percurso!

Não perca tempo e adquira já o seu! Lá no nosso Clube de Autores; e a pedida é: Janela da Alma.

lANÇAMENTO 2

#Lançamento – O Saotur, de Natalia Smirnova Moraes

Amores e amoras, ooh eu aqui de novo!

E no Clube, os lançamentos não param! mais um lançamento! Eu tive a grata surpresa de encontrar em lançamentos da semana, no Clube, o livro que eu já havia “degustado” no Wattpad, infelizmente ele me deixou órfã 😦 Mas pelo que li já da para sentir o impacto de uma escrita poderosa! É muito bom! Agora, o livro é ganha a versão física, o que era bom, melhorou ainda mais! mais um lançamento do Clube de Autores! Não perca tempo! experimente também ler este incrível livro, espero que goste amores!!! e fuiiiiii ❤

Se o bater das asas de uma borboleta pode causar uma tempestade do outro lado do mundo, poderia então uma pérola afetar o destino de uma raça inteira?

O que você faria se por acidente descobrisse um lugar que lutou para ser esquecido pela humanidade, onde estranhos não são bem-vindos e que esconde segredos terríveis?

Por um horrendo desastre, Constantin Teller foi jogado em terras de um reino cujo o nome é guardado a sete chaves. O forasteiro acaba não tendo muito tempo para conhecer a jovem que o resgatou, uma garota que chama a atenção com seu olhar estranho de cor púrpura. Ele é levado para a capital pelos homens dos mantos negros para prestar satisfações à realeza e explicar como foi parar em terras das quais ninguém deveria saber. Seu destino é incerto e sua vida muda drasticamente.

É na capital que ele começa a desvendar os motivos de tantos segredos. É na capital que ele descobre quem é o Saotur. Aventuras, segredos, traições, orgulho e amores proibidos são apenas algumas facetas dos personagens que entrelaçam suas histórias de formas inesperadas.

“O sol brilha para todos, mas a sombra é para poucos privilegiados.”

lANÇAMENTO 3

Ajudando a literatura a crescer!

Olá meus amoreeees ❤❤❤ Estou de volta!

Recebi um e-mail de um rapaz perguntando quanto era que eu cobrava para fazer uma resenha no blog… Isso é bem comum, pois já virou costume! Não condeno os blogueiros e Youtubers que cobram para isso, mas para mim isso é inválido!

Eu faço resenha de graça, de muito bom grado! Se quero ver a literatura crescer e gerar frutos eu tenho que plantar minha semente! Pois então, se você é um escritor e deseja que eu faça uma resenha do seu livro, basta enviá-lo a mim físico ou impresso e farei a resenha!

Entre em contato!

Beijos amores 😘😘😘